Um risotto anti-aborrecimento

 

IlustraçãoFuncho

Sei que me arrisco a ser julgado de cleptomaníaco. Na semana passada roubei marmelos, esta semana fui roubar inspiração a uma receita da venerada Maria de Lourdes Modesto. Mas como quem diz a verdade não leva castigo, deixo-vos o registo de um Risotto de Funcho roubado/inspirado/alterado… Melhorado?

Se aqui se contam histórias de receitas, esta receita não tem história nenhuma. Muito simplesmente transformei o meu aborrecimento de domingo de chuva num frenesim na cozinha, enquanto pingava lá fora, tendo sido resgatado dessa condição por este risotto cheio de qualidades. Se há quem coma funcho pelas suas qualidades anti-inflamatórias, estimulantes, antiespasmódicas, vermífugas, digestivas, diuréticas e expectorantes, para mim ganhou a mais simples – o prazer de o comer.

Podia ser o prato oficial do Funchal, que assim se chama por causa de uma erva bravia, de cheiro adocicado, que ali existia em abundância – o funcho está claro – mas para mim fica só como o risotto anti-aborrecimento mais saboroso para um domingo de chuva.

O chef de serviço

Risotto de Funcho

Risotto de Funcho

Podia ser o prato oficial do Funchal, que assim se chama por causa de uma erva bravia, de cheiro adocicado que ali existia em abundância - o funcho está claro...

Ver Receita


Comentários